Horário de Atendimento

Sob Agendamento

09:00h às 17:00

A CEI já registrou mais de 5 milhões de atos

A Central
Eletrônica de Integração e Informações (CEI)
desenvolvida pela Associação dos Notários e Registradores do Estado de Mato
Grosso (Anoreg/MT) já registrou mais de 5 milhões de atos. 

Ao todo, são 220
cartórios cadastrados e enviando os registros. A ferramenta possibilita fazer
eletronicamente o que demandaria tempo e gasto.

Considerado serviço de
utilidade pública, o cidadão faz um cadastro e pode localizar em qual cartório
está seu registro de: imóveis, casamento, nascimento, óbito, escritura pública,
procuração, cartão de firmas, registro de associações, registro de títulos e
documentos, entre outros.

A central tem se tornado
um importante aliado no combate às fraudes e na celeridade dos órgãos públicos.
A associação, em parceria com a Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Mato
Grosso, tem fechado termos de cooperação técnica para que as entidades possam
consultar e visualizar as informações, bem como solicitar certidões e
documentos eletrônicos por meio da CEI, gratuitamente.

O sistema de cadastros
dos atos já funciona de maneira ampla. Qualquer cidadão pode ter acesso à CEI,
basta acessar o site https://cei-anoregmt.com.br
e fazer o cadastro.  Em seguida, é necessária a compra de créditos por
meio de boleto. O valor de cada consulta é R$ 6,40 e pode ser feita por CNPJ ou
CPF, ou pelo nome da pessoa seja ela física ou jurídica. A primeira busca é
gratuita.

CEI –
A central é uma iniciativa inédita no país e centraliza digitalmente as
informações de todas as serventias mato-grossenses, sejam elas de Registro
Civil das Pessoas Naturais, Registro Civil das Pessoas Jurídicas, Tabelionato
de Protesto, Tabelionato de Notas, Registro de Títulos e Documentos e Registro
de Imóveis.

A plataforma da CEI foi
desenvolvida e é mantida e operada pela Anoreg/MT e foi normatizada pelo
Provimento nº 81/2014, da Corregedoria Geral da Justiça de Mato Grosso. O
sistema de cadastros dos atos já funciona de maneira ampla. A CEI ainda atende
os recentes requisitos do Provimento nº47/2015, da Corregedoria Nacional de
Justiça, que trata sobre o registro eletrônico de imóveis.