Horário de Atendimento

Sob Agendamento

09:00h às 17:00

Anoreg-MT disponibiliza plataforma para consulta e solicitação de documentos

      A Associação dos Notários e Registradores do Estado de Mato Grosso (Anoreg-MT) é gestora da Central Eletrônica de Integração e Informações (CEI-MT), ferramenta que reúne dados e documentos de todos os cartórios de Mato Grosso numa única plataforma. Lançada em 2015, ela é regulamentada pelo Provimento 81/2014 da Corregedoria-Geral da Justiça e também atende os requisitos do Provimento 47/2015 da Corregedoria Nacional de Justiça, que determina a cada estado criar uma central para comunicações.      

      Além disso, está disponível à sociedade, que pode consultar e solicitar, de qualquer lugar do planeta, os documentos que precisa, haja vista seu acesso ser por meio da internet (http://cei-anoregmt.com.br), celulares que tenham as plataformas Windows e Android, e aplicativo “CEI Anoreg Mato Grosso”.     

      Alguns exemplos de documentos que estão disponíveis para consulta são registros de nascimento; de casamento; de óbito; atas notariais; procurações; locais em que a pessoa tem cartão para reconhecimento de firma; registros de pessoas jurídicas; de títulos e documentos; protestos; matrículas de imóveis; contrato de compra e venda; de doação; escrituras, entre outros.

      “A CEI é uma ferramenta extraordinária que reúne documentos de 233 cartórios de Mato Grosso, facilitando a vida do usuário, que não precisa mais se deslocar à serventia para requerer o que precisa. Basta se cadastrar e adquirir crédito, por meio de boleto, para visualizar e solicitar o documento pela própria CEI, optando por recebê-lo de forma física ou virtual. Até hoje, os cartórios já enviaram 17.422.231 atos”, destaca o presidente da Anoreg-MT, José de Arimatéia Barbosa.

      A CEI-MT contribui para o trabalho de diversos profissionais como, por exemplo, advogados, engenheiros, arquitetos e contadores. “Os advogados, por exemplo, são os que mais podem se beneficiar da plataforma, pois diariamente lidam com processos de execução, os quais precisam indicar bens em nome de executados para a efetivação de penhora. Acessando a CEI, terão em mãos o que precisam, sem estresse, perda de tempo com trânsito, despesa com estacionamento, dentre outras situações. A ferramenta é intuitiva e ágil, proporcionando ao usuário comodidade e economia de tempo e dinheiro. Um pedido solicitado na Central tem o prazo de cinco dias para ser cumprido”, frisa José de Arimatéia.

      A plataforma conta com 24.378 clientes cadastrados, os quais já efetuaram 130.564 pedidos. Ao todo, 260.739 consultas foram feitas, sendo 292.604 visualizações de documentos.

Cadastro

      As pessoas e empresas interessadas podem se cadastrar no site ou no aplicativo e validar o cadastro por e-mail. Em seguida, é necessária a compra de créditos por meio de boleto, sendo o valor mínimo de R$ 10. Após a compensação, é liberada a consulta, que pode ser feita por CNPJ/CPF ou pelo nome da pessoa, seja ela física ou jurídica.     

      Para consultar um documento é cobrado R$ 7,70 e, para visualizá-lo, R$ 9,90.     Por questões de segurança e de sigilo, nem todos os documentos estão disponíveis para consulta.     

      Clique aqui para acessar a CEI-MT.